Feridas de psoríase: como são, como tratar, como evitar e como conviver

As feridas de psoríase são uma complicação da doença que afeta milhares de pessoas no mundo todo. Embora não seja uma doença contagiosa, as feridas podem ser muito dolorosas e até mesmo incapacitantes. Felizmente, existem tratamentos disponíveis para aliviar os sintomas e ajudar as pessoas a conviverem com a doença. Neste artigo, vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre as feridas de psoríase.

Feridas de psoríase: como são?

As feridas de psoríase são manchas vermelhas na pele que podem ser muito dolorosas. Elas geralmente aparecem nas articulações, como os cotovelos e os joelhos, mas também podem afetar outras áreas do corpo. As feridas costumam ser cobertas por escamas finas e pruridas.

Algumas pessoas com feridas de psoríase também desenvolvem unhas anormalmente grossas ou quebradiças. Outros sintomas são:

  • dor nas articulações
  • inchaço nas articulações
  • fadiga
  • depressão.

Como é a aparência das feridas de psoríase?

As feridas de psoríase podem ter vários padrões e formas, dependendo da região do corpo afetada. Em geral, elas são manchas vermelhas que cobertas por escamas finas e pruriginosas. Em casos mais graves, as feridas podem se espalhar por toda a região afetada e causar inchaço, dor e fadiga crônica.

Feridas de psoríase: como tratar?

O primeiro passo para o tratamento das feridas de psoríase é consultar um dermatologista. O médico poderá diagnosticar a doença e indicar o melhor tratamento para você. Existem diversos tipos de tratamentos disponíveis, incluindo medicamentos, terapias e cirurgia.

Medicamentos

Os medicamentos mais utilizados para tratar feridas de psoríase são os anti-inflamatórios, corticosteroides e medicamentos tópicos. É importante seguir as orientações do seu médico e tomar os remédios regularmente para conseguir alcançar os melhores resultados possíveis.

Terapias

A terapia com laser ou luz ultravioleta é uma alternativa comum para o tratamento das feridas de psoríase. Essas terapias ajudam a eliminar a coceira e as manchas vermelhas na pele. Além disso, são eficazes para tratar feridas mais graves que não respondem bem aos medicamentos tradicionais.

Cirurgia

Em casos mais graves, pode ser necessário recorrer à cirurgia para remover feridas de psoríase grandes ou profundas. É importante consultar um especialista antes de tomar essa decisão, pois a intervenção cirúrgica tem riscos e também é um procedimento caro.

Como evitar as feridas de psoríase?

Não há nenhuma maneira comprovada de prevenir feridas de psoríase. No entanto, existem algumas medidas que podem ajudar a minimizar os sintomas da doença e evitar o surgimento das feridas. São elas:

  • manter a pele hidratada;
  • usar produtos para o banho suaves e sem fragrâncias;
  • proteger a pele do frio, do vento e do sol;
  • não fumar;
  • reduzir o estresse;
  • manter uma dieta saudável.

Se você já tem feridas de psoríase, é importante tratá-las com cuidado para evitar que se tornem infectadas. O tratamento precoce também pode ajudar a minimizar os sintomas e impedir o surgimento de novas feridas.

Convivendo com feridas de psoríase

As feridas de psoríase podem ser dolorosas e incapacitantes. No entanto, é importante lembrar que a doença não é contagiosa e que existem tratamentos disponíveis para aliviar os sintomas. Com o tratamento certo, é possível conviver com a doença e ter uma vida normal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.